"PINTURA COMO PENSAMENTO" É ABORDADA EM EXPOSIÇÃO A REALIZAR EM TORRES VEDRAS

19 de novembro de 2019

Pintura como Pensamento – Prática Artística e Reflexão Teórica é o título da próxima exposição que a Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras vai acolher, a qual estará patente entre os dias 23 de novembro e 25 de janeiro.

Nesta exposição coletiva, que tem a curadoria de Zalinda Cartaxo, poderão ser observados trabalhos da própria, bem como de Ana Pais Oliveira, Ema M, Filipe Rocha da Silva, João Paulo Queiróz, Sofia Torres e Rui Macedo (2.º grupo do Projeto “Bases Conceptuais de Investigação em Pintura”).

Segundo refere Zalinda Cartaxo a propósito desta exposição: “A curadoria pretende dar ênfase ao modus operandi que possibilita a realização de um trabalho artístico fundado na conciliação entre a plena criação estética e o pensamento crítico alicerçado por uma estrutura teórica. Deste modo, a exposição pretende desvelar a estrutura que garante o sucesso daquilo que Georges Didi-Huberman chama de hipótese pictural. (…) Uma produção artística consiste no desenvolvimento de um conjunto de obras em que, cada uma constitui-se como afirmativa da anterior e daquela que ainda está por vir, formando o que podemos chamar de poética que é única e própria de cada artista. Assim sendo, esta exposição pretende desvelar o processo de cada artista-pesquisador (deste seguimento do Projeto BCIP focado na questão da prática artística e reflexão teórica) utilizando como recurso a conciliação entre a obra e a palavra.(…) Esta exposição reúne obras, especificamente, de artistas que conciliam a prática artística com a reflexão teórica, portanto, nada mais democrático que oferecer todos os dados utilizados pelos artistas ao público leigo e especializado”.

A inauguração da exposição Pintura como Pensamento – Prática Artística e Reflexão Teórica na Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras acontecerá no próximo dia 23 de novembro, pelas 16h.