PRÉMIO INTERMUNICIPAL DISTINGUE ENTIDADES QUE PROMOVEM A DIVERSIDADE CULTURAL

6 de novembro de 2018

PRÉMIO INTERMUNICIPAL DISTINGUE ENTIDADES QUE PROMOVEM A DIVERSIDADE CULTURAL

Os Municípios de Torres Vedras, Óbidos e Lourinhã atribuíram, no passado sábado, nos Paços do Concelho de Torres Vedras, o Prémio Intermunicipal Diversidade Cultural. Este prémio visa distinguir publicamente entidades que promovem boas práticas no que refere à diversidade cultural.

A Associação de Jovens das Gaeiras, com o projeto “Cooltour Gaeiras”, venceu na categoria “Artes”. Na categoria “Educação e Cultura” foi distinguida a Associação para a Universidade da Terceira Idade de Torres Vedras, com o projeto “Interculturalidade na AUTITV”. Já a Associação Tá a Mexer, com o projeto “Change4Europe”, foi a vencedora na categoria “Desporto e Lazer”.

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras relevou o facto de se tratar de um prémio intermunicipal, que une os territórios e elimina fronteiras. Para o autarca esta distinção representa um estímulo para quem já está a desenvolver trabalho nesta área e para que outras entidades o venham a fazer.

O alto-comissário para as Migrações, na sua intervenção, descreveu as migrações como um tema complexo, mal percecionado e muitas vezes associado a medos e mitos. Pedro Calado destacou ainda o trabalho exemplar que é desenvolvido por estes três municípios ao nível das políticas locais que visam a integração dos migrantes.

A cerimónia contou ainda com a presença de Ana Umbelino, vereadora do Desenvolvimento Social da Câmara Municipal de Torres Vedras, José Tomé, vereador dos Assuntos Sociais e Intervenção Comunitária da Câmara Municipal da Lourinhã, e José Pereira, vereador da Intervenção Social da Câmara Municipal de Óbidos.

As três associações vencedoras receberam um prémio monetário no valor de 500 euros e um Selo de Distinção.

O Prémio Intermunicipal Diversidade Cultural é uma das atividades do Plano para a Integração de Migrantes desenvolvido pelos Municípios de Lourinhã, Óbidos e Torres Vedras, cofinanciado pelo Fundo para o Asilo, a Migrantes e Integração - FAMI.