PROJETO DE RESIDÊNCIAS ARTÍSTICA LEVOU A MÚSICA ATÉ AO CENTRO EDUCATIVO DE RUNA

27 de março de 2019

 

O Centro Educativo de Runa participou no projeto “R-A Residências Artísticas | 2018-19”, que culminou numa apresentação pública no átrio do Edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras, no dia 22 de março. O objetivo do projeto foi incorporar as práticas artísticas no quotidiano das crianças, promovendo o gosto pela arte e a criação de hábitos culturais.

Durante uma semana, a pianista Gabriela Canavilhas realizou um trabalho sistemático com os alunos e o professor da turma de 1.º e 3.º ano de escolaridade deste centro educativo do Agrupamento de Escolas de São Gonçalo, no sentido de desenvolver o conhecimento musical, bem como promover a aprendizagem e experimentação do processo de criação artística no domínio instrumental. A pianista trabalhou com os alunos um andamento da Sinfonia dos Brinquedos e três canções que foram apresentadas na ocasião.

Gabriela Canavilhas destacou a importância deste projeto “que ocorre um pouco por todo o país, normalmente, nas escolas mais pequeninas e nos sítios mais desfavorecidos”, relembrando que “os Ministérios da Educação e da Cultura não estão esquecidos do papel inclusivo que as artes desempenham na construção dos indivíduos”.

A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Torres Vedras, Ana Umbelino, considera que este projeto mostra a "importância e a centralidade das artes na educação" para a formação integral dos alunos. Já o diretor de Serviços de Desenvolvimento Curricular da Direção Geral da Educação, Hélder Pais, deixou o desafio para que esta “não seja uma experiência de uma semana, mas a vivência da escola”.

Na ocasião, estiveram também presentes António Proença, representante da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares – DgesTE, Vítor Teodoro, diretor do Agrupamento de Escolas de São Gonçalo, e Joaquim Jorge, adjunto da secretária de Estado da Cultura.

O projeto “R-A Residências Artísticas | 2018-19”, que tem por objetivo incorporar as práticas artísticas no quotidiano das crianças do 1.º ciclo do ensino básico, está integrado no Programa de Educação Estética e Artística, da Direção-Geral da Educação, em articulação interministerial com o Ministério da Cultura.