WCT - Frederico Morais em 32.º no Margaret River Pro

31 de maio de 2019

Margaret River (31.05.2019) – Frederico Morais terminou no 32.º posto do Margaret River Pro, naquela que foi a sua estreia no World Tour 2019. O surfista português foi chamado para competir nesta que é a quarta etapa do circuito em virtude da lesão do australiano Mikey Wright, acabando por ser eliminado na 2.ª ronda.

Depois de uma derrota na ronda inaugural, Kikas competiu esta madrugada de sexta-feira na repescagem, tendo pela frente os brasileiros Yago Dora e Willian Cardoso. O surfista de Cascais até começou bem melhor que os adversários, chegando aos 5 minutos finais da bateria na liderança.

Com apenas um surfista em cada um dos quatro heats a ficar pelo caminho nesta fase, Frederico acabou por ver o azar bater-lhe à porta, uma vez que Cardoso e Dora conseguiram virar a bateria já bem perto do final. Apesar de ter somado 13,46 pontos em 20 possíveis, Frederico Morais acabou por ser eliminado por apenas 31 centésimas.

Apesar de não ser o resultado ideal no seu regresso à elite mundial, Kikas garante assim entrada no ranking, que poderá ser melhorado caso entre em mais etapas – um substituto do WCT também pode lutar pela qualificação através do ranking do WCT.

A próxima etapa do circuito mundial vai acontecer no Rio de Janeiro, no Brasil, de 20 a 28 de junho. A entrada de Frederico em prova fica dependente da indisponibilidade de alguns dos surfistas que compõe o top 34 mundial, sendo que o surfista português é o segundo suplente da lista.

Mais informações em www.ansurfistas.com e www.worldsurfleague.com.

 

Foto: Frederico Morais (Crédito: WSL)

ANS - comunicação