Equipa Guerreira em Espanha

29 de abril de 2019

A Sicasal Constantinos foi a 5ª melhor equipa na “Clásica de Pascua”, prova a contar para o ranking
da Real Federação Espanhola de Ciclismo, que se disputou na tarde deste sábado em Padrón,
município da província Galega da Corunha.
A competição é uma das mais antigas e prestigiadas do calendário espanhol, não surpreendendo por
isso a competitividade apresentada pelos atletas que impuseram um ritmo elevadíssimo ao longo dos
125 quilómetros de corrida, com a média final a registar-se nos 46 kms por hora.
Os ataques constantes dominaram a primeira parte da prova, mas a equipa de Torres Vedras esteve
sempre bem representada, e quando ao quilómetro 50 se dá a primeira grande fuga do dia, Marcelo
Salvador é um dos protagonistas na companhia de mais 13 atletas. A mesma durou cerca de 30 kms
e chegou a ter mais de um minuto de diferença para o pelotão, mas com o aumento de ritmo da
corrida, esta foi anulada e deu lugar a um novo ataque por parte de 4 atletas, 3 espanhóis e 1
britânico. A equipa torriense não conseguiu integrar esta fuga e de imediato assumiu a liderança do
pelotão na perseguição ao quarteto, na tentativa de colocar Francisco Guerreiro em boas condições
para disputar o sprint final, mas os quatro atletas viriam mesmo a discutir a prova entre si, tendo a
vitória sorrido a um espanhol, Martin Lestido da equipa Supermercados Froiz.
Francisco Guerreiro cruzou a meta na 14ª posição a 33 segundos do vencedor, sendo o segundo
melhor sub-23 em prova. José Vieira (27º), Marcelo Salvador (28º) e Diogo Sardinha (38º)
terminaram com os mesmos 33 segundos de diferença, enquanto Miguel Salgueiro e Francisco
Morais chegaram cerca de 6 minutos mais tarde, na 56ª e 72ª posição respetivamente.
O diretor desportivo Hélder Miranda revelou-se feliz com o desempenho da equipa, afirmando que
“saímos de Espanha satisfeitos com a prestação dos nossos jovens. Demonstraram garra
e determinação durante toda a corrida, nunca virando a cara à luta."
A equipa retoma a competição já na próxima quarta-feira dia 1 de maio para defender na Clássica
das Aldeias do Xisto a liderança individual da taça de Portugal, prova na qual já garantiu o título
coletivamente.

 

TEXTO | AfterTwo //Works

FOTO | João Fonseca