ESPAÇO PRIMAVERA ACOLHE FORMAÇÃO SOBRE MEDIAÇÃO LEITORA E NEE

15 de janeiro de 2019

ESPAÇO PRIMAVERA ACOLHE FORMAÇÃO SOBRE MEDIAÇÃO LEITORA E NEE

 
 

“Mediação Leitora e Necessidades Educativas Especiais” é uma ação de formação que terá lugar nos dias 26 de janeiro e 2 de fevereiro no Espaço Primavera - Centro Municipal da Juventude, em Torres Vedras, ministrada por Miguel Horta.

Esta formação terá como conteúdos a caracterização dos públicos com NEE (necessidades educativas especiais), o seu universo e características específicas de cada problemática; respostas atuais para as problemáticas relativas às NEE: físicas, didáticas, humanas, de conhecimento; competências do agente educativo, perfis e equipas; a biblioteca para as NEE, missão, visão, procedimentos, recursos, padrões de referência – nacionais, internacionais; casos de estudo portugueses, mediação inclusiva do livro e da leitura e estratégias aplicáveis em contextos educativos diferenciados.  

As inscrições para esta formação, que estão limitadas a 20 pessoas, devem ser efetuadas pelo e-mail: biblioteca@cm-tvedras.pt.

Biografia de Miguel Horta
Miguel Horta (1959) é um pintor que se dedica à partilha e comunicação com o outro, daí que a sua intervenção se estenda à mediação cultural, promovendo o diálogo e a descoberta interior. Eixo fundamental da sua intervenção é a criação de oficinas pedagógicas em museus e bibliotecas a par de intervenções urbanas em diferentes contextos. Atualmente desenvolve o seu trabalho no Centro de Arte Moderna (FCG), Rede Pública de Leitura, Rede de Bibliotecas Escolares e agrupamentos de escolas de Sintra (NEE). É colaborador da Associação Cultural Moinho da Juventude (Bairro da Cova da Moura), promove a leitura e a escrita em estabelecimentos prisionais (A cor das histórias - DGLB/DGRSP e Novas memórias do cárcere – Guimarães 2012). Horta é ainda autor/ilustrador de literatura infantojuvenil com obra publicada (Pinok e Baleote - PNL – Grácio editor, Dacoli e Dacolá - PNL – Grácio editor e Rimas salgadas – Livros Gatafunho), tendo recentemente escrito a peça Retratinho de Amílcar Cabral (Teatro Mosca). Foi-lhe atribuído o 2.º lugar no concurso internacional de contos Europa a la carte. Como contador de histórias participa ativamente no movimento de narração oral em Portugal e no estrangeiro. É formador na área da mediação cultural: mediação leitora e mediação de públicos com necessidades educativas especiais (FCG). Expôs recentemente na Galeria Appleton Square - Troncos e Marés. É um pintor contemporâneo representado em diversas coleções de arte particulares e institucionais em Portugal e no resto da Europa. Em 2014 funda a Laredo Associação Cultural. É ainda colaborador regular da Biblioteca Municipal de Torres Vedras.