MINISTRA DO MAR INAUGUROU O PASSADIÇO DAS ESCARPAS DA MACEIRA

2 de julho de 2019

 

O Passadiço das Escarpas da Maceira foi inaugurado no passado domingo, 30 de junho. A cerimónia contou com a presença da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, e do presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira, Nuno Cosme.

O ato inaugural teve início com o descerramento da placa na localidade de Maceira, seguindo-se um périplo pelo passadiço até à Praia de Porto Novo.

Na sua intervenção, a ministra do Mar afirmou que aquela cerimónia não era apenas a inauguração de um mero passadiço, mas sim de uma representação daquilo que são várias estratégias da área do mar congregadas numa só. Ana Paula Vitorino frisou ainda a importância deste equipamento para a preservação da biodiversidade e do ambiente e para a promoção do turismo qualificado a nível ambiental.

O presidente da Câmara Municipal de Tores Vedras destacou a visão estratégica da Junta de Freguesia da União das Freguesias de A dos Cunhados e Maceira, que apresentou uma candidatura ao Grupo de Ação Local - GAL ecoMAR para concretizar aquela obra. Carlos Bernardes salientou também o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo GAL ecoMAR, um grupo constituído por entidades públicas e privadas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, que já aprovou projetos no valor de cerca de um milhão de euros, estando mais dez projetos em fase de apreciação.

Já o presidente da Junta de Freguesia não escondeu a sua satisfação ao ver concluída uma obra que afirmou ser um sonho da população. Nuno Cosme realçou ainda a importância de existirem apoios que permitam que as juntas de freguesia concretizem projetos para os quais, de outra forma, não teriam verba.

A operação teve como objetivos criar um corredor de proximidade, com condições de segurança, entre as localidades de Porto Novo e Maceira, promover o desenvolvimento local e da diversificação da economia da zona costeira de Porto Novo, sensibilizar os residentes e os turistas para a proteção e valorização dos recursos naturais e paisagísticos e promover o desenvolvimento da atividade de pedestrianismo.

Com uma extensão de cerca um quilómetro, o Passadiço das Escarpas resulta de um investimento de cerca de 160 mil euros, tendo sido comparticipado em 85% por fundos do programa operacional do MAR2020, através de uma candidatura apresentada ao GAL ecoMAR.

Na ocasião foi ainda descerrada uma placa evocativa do desembarque das tropas britânicas na Praia de Porto Novo, em 1808. Estas tropas juntaram-se ao exército anglo-luso que, pouco tempo depois, viria a vencer a Batalha do Vimeiro, pondo termo à primeira invasão francesa.