OBRAS DA UNIDADE DE SAÚDE DA VENTOSA ESTÃO NO SEU TÉRMINUS

5 de julho de 2019

As obras de requalificação da unidade de cuidados de saúde da Ventosa estão na sua fase final.

Estas receberam no dia 3 de julho uma visita de uma comitiva constituída por elementos do executivo e técnicos da Câmara Municipal de Torres Vedras, da ARS (Administração Regional de Saúde) e da comunicação social, tendo na ocasião o presidente da Câmara Municipal revelado que as mesmas deverão estar concluídas em agosto.

Carlos Bernardes destacou nesta visita a importância da intervenção para a comunidade local, realçando igualmente a componente de reabilitação de edificado que a mesma constitui.

Nuno Venade, vogal do conselho de administração da ARS, por seu lado, mostrou regozijo pela boa notícia que representa o anúncio do términus da obra, tendo sublinhado a importância desta não apenas para a população, mas também para os profissionais de saúde que passam a ter na Ventosa melhores condições de trabalho.

De seguida, a responsável pelo projeto de arquitetura desta intervenção, Carla Duarte, realizou uma visita guiada à mesma, mediante a qual se pretende implementar um programa funcional para Unidades de Saúde ‐ Cuidados de Saúde Primários, correspondente a uma unidade do Tipo 1, segundo os requisitos do Ministério da Saúde.

Recorde-se que anteriormente a unidade de saúde da Ventosa funcionava unicamente no piso térreo do respetivo edifício, sendo que o primeiro e segundo pisos estavam afetos às instalações da Junta da Freguesia. A intervenção é assim dirigida ao edifício na sua totalidade, de forma a este ficar unicamente afeto à unidade de saúde, o que implica não apenas a sua reabilitação, tendo em conta o seu anterior estado de alguma deterioração e de desadequação em termos de funcionalidade e desempenho, mas também a sua ampliação.

A unidade de cuidados de saúde da Ventosa será assim futuramente constituída por um conjunto mais vasto de espaços, nomeadamente: sala de espera com espaço infantil, espaço de atendimento e secretariado clínico, gabinete de consulta médica, gabinete de consulta de Saúde da Mulher/Planeamento Familiar, gabinete de enfermagem, salas de tratamentos (pensos e injetáveis), sala de movimento/fisioterapia, sala de reuniões, sala de direção, sala de pessoal, vestiários, arquivo, sala de apoio informático e depósitos de material e de resíduos. 

Esta obra integra‐se no objetivo de modernização e consolidação dos serviços de saúde de proximidade, e simultaneamente, no de reduzir as desigualdades ao nível da capacidade assistencial na rede pública de cuidados primários de saúde.

Mais de 5 mil munícipes serão abrangidos por este equipamento de saúde, que permitirá que todos os residentes na freguesia da Ventosa tenham médico de família (atualmente mais de metade não possuem).

Pretende-se ainda que esta unidade possa integrar, num futuro próximo, uma unidade de saúde familiar em conjunto com as unidades de saúde de São Pedro da Cadeira e da Freiria.

As obras de requalificação da unidade de saúde da Ventosa representam um investimento de 644.032,17€ (cofinanciado em 543.013,41€ pelo Programa Operacional Regional do Centro, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional).

De referir ainda que a Junta da Freguesia da Ventosa funciona agora no edifício da antiga escola primária da Moçafaneira, o qual também será alvo no futuro de obras de requalificação e ampliação.