TORRES VEDRAS ACOLHEU ENCONTRO DA REDE DE TRANSFERÊNCIA DE BIOCANTINAS

26 de março de 2019

O 2º Encontro Transnacional da Rede de Transferência de BioCantinas decorreu em Torres Vedras, de 19 a 21 de março, subordinado ao tema “Oferta e Procura de Produtos Biológicos”. O encontro reuniu os vários parceiros deste projeto europeu que visa transformar as cantinas dos jardins de infância e das escolas do 1º ciclo do ensino básico em biocantinas, garantindo, desta forma, a integração de alimentos de origem biológica.

O programa da visita foi composto por várias sessões relacionadas com o tema, nas quais participaram os parceiros do projeto e atores locais, nomeadamente produtores biológicos, associações locais de agricultores, associações de pais, coordenadores de escolas, professores, educadores, auxiliares que acompanham os alunos durante as refeições, cozinheiras municipais e instituições privadas de solidariedade social responsáveis pela confeção das refeições escolares nas freguesias adjacentes à cidade. Com os vários atores locais debateu-se sobre o consumo de alimentos de origem biológica e estratégias para sensibilizar a comunidade e as crianças a adotarem uma alimentação saudável, que inclua este tipo de alimentos.

Durante o encontro realizaram-se também diversas visitas de estudo, que deram a conhecer a realidade local no que respeita às refeições escolares e à produção e comercialização de produtos biológicos.

A Rede de Transferência de BioCantinas pertence ao programa europeu URBACT e visa transferir as boas práticas do Município de Mouans-Sartoux no que toca às refeições escolares para os sete municípios parceiros do projeto: Torres Vedras, Pays des Condruses (Bélgica), Troyan (Bulgária), Trikala (Grécia), Rosignano Marittimo (Itália), e Vaslui (Roménia). Estas boas práticas baseiam-se na distribuição diária de refeições 100% biológicas e compostas principalmente por produtos locais, com medidas ao nível dos refeitórios que permitam a redução drástica do desperdício alimentar, bem como a organização de atividades educacionais específicas, que promovam a consciencialização das crianças e famílias no que diz respeito à alimentação sustentável.

Cada encontro transnacional é dedicado a um dos oito módulos do projeto: Exploração Municipal, Micro-Boas Práticas na Cozinha, Oferta e Procura de Produtos Biológicos, Governança Alimentar, Soberania Alimentar, Divulgação e Abertura ao Diálogo, Contratação Pública e Educação Alimentar. O próximo encontro, que decorre de 7 a 9 de maio, em Pays de Condruses, será dedicado ao módulo “Governança Alimentar”.